Make your own free website on Tripod.com
Shalom!
Home
HINO DE ISRAEL
ESTRELA DE DAVI
KIPA
SHOFAR
MENORA
MEZUZA
MURO DAS LAMENTAÇOES
TABERNÁCULO
TALIT
TEFILIN
ORAÇÃO DOS MARRANOS

TEFILIN

 

 

 

Os tefilin representam um símbolo proeminente da religião judaica. O homem judeu devoto, durante gerações, ao cumprir o rito diário de colocação dos tefilin, cada vez que pronunciadas as orações matutinas recebia assim um reforço para permanecer consciente de seus deveres religiosos e de sua identidade judaica de grupo. Os tefilin eram para ele um símbolo de dedicação pessoal ao seu Deus e à sua Toráh. A obrigação de usá-los foi exposta em um dos mandamentos escritos no livro Êxodo. Eles consistem em duas caixas separadas, cujas bases têm, em geral, de 60 a 90 cm². Em cada cubo acham-se depositadas tiras de pergaminho, nas quais estão escritas quatro passagens bíblicas em hebraico. São feitos de couro negro. Um se destina à cabeça e o outro à mão esquerda. São presos por meio de tiras, nós e alças de couro. O tefilin usado na cabeça é amarrado na testa de forma a ficar sugestivamente perto do cérebro; o que está no braço esquerdo fica numa posição mais próxima do coração. Esse arranjo é interpretado como significando que o judeu, quando adora a Deus, fá-lo com todo seu coração e com todos os seus pensamentos. O uso dos tefilin é obrigatório para todos os homens adultos judeus desde a época em que celebram o Bar-Mitzvá (13 anos). São colocados antes de iniciar o recitativo das orações matutinas todo dia. Há exceções, como no shabat e nos dias de festa, uma vez que os dias santos já são por si só símbolos da identidade religiosa judaica.